• molafurg

Mulambo > Daniela Xu




O vestido feito para os 200 anos de Pelotas e que também tem histórico de contribuição em performances de várias artistas locais, foi confeccionado inteiramente de lixo textil e com botões produzidos artesanalmente de argila, conta em seus tecidos e costuras a história da cidade de Pelotas e o cotidiano de horror nas charqueadas. O vermelho representa o sangue da matança do gado que tomava conta do rio até chegar à Lagoa dos Patos e o verde nos fala das matas em torno do local que eram refúgio dos escravizados. O teaser foi feito para uma despedida entre a estilista e a obra, pois, o vestido foi oferecido à Rainha Maria Mulambo na Praça da Alfândega de Pelotas, lugar histórico de opressão às mulheres pretas que com a lei do ventre livre, sem laços sociais e marginalizadas devido à escravidão, recorriam aos prostíbulos na volta da zona portuária como forma de sustento de suas famílias. Entendemos que a obra dialoga com as propostas baseadas em uma Educação Ambiental que questione e contribua para o enfrentamento as hegemonias centralizadoras do poder e da desigualdade. Afinal, que mundo queremos? Na perspectiva descolonial feminista e antirracista o video apresenta a riqueza pluri-epistêmica que reside num lugar, a partir de um outro olhar e experiencia, onde a natureza, a arte, a costura, a história, o tambor, a entidade e a mulher são protagonistas.


Produzido por Daniela Xu e Joana de Leon dos Santos em associação com Ana Júlia Fortuna

Performance: Ana Langone

Figurino: Doida da Espanha e Usina Feminista

Música: Kako Xavier

Imagens: Daniela Xu

Montagem: Humberto Schumacher Link

41 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo