• molafurg

Amanhecer, o despertar do sujeito> Jorge Yuri de Souza


Um sujeito se vê isolado em seu apartamento, devido a uma pandemia. Solitário e sem o convívio social, o “homem aprisionado” reconhece em si mesmo um potencial questionador. Madrugadas adentro, pouco a pouco, ele passa a romper com os “uniformes de civilidade” que a sociedade o ensinou e a encarar dilemas morais e éticos que antes evitava. Em um mundo novo e desconhecido, que desafios precisarão ser superados para o “amanhecer” de um novo sujeito?


---


Un sujeto se encuentra aislado en su departamento, por causa de una pandemia. Solitario y sin interacción social, el "hombre preso" reconoce en sí un potencial cuestionador. Temprano en las mañanas, y poco a poco, comienza a romper con los "uniformes de civismo" que la sociedad le inculcó, y enfrenta dilemas morales y éticos que antes evitaba. En un mundo nuevo y desconocido, qué desafíos tendrán que ser superados para el "amanecer" del nuevo sujeto?

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo