• molafurg

A Ferida Inversa> Paulo Ferreira


O presente trabalho é uma releitura da obra "Moema" de Victor Meirelles que surge a partir do desafio MASP Desenhos em Casa, do Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand, na qual me baseei na imagem de uma mulher indígena do representada morta à beira do mar. Refletindo sobre o giro decolonial e a representação subalternizada de corpos indígenas, negros, femininos e demais grupos dissidentes da norma branca, masculina, cisheterossexual e burguesa, realizei esse desenho como uma contra-narrativa visual da história oficializada do Brasil.


Uma possibilidade de um outro desfecho para pensar a colonização do território brasileiro, o poder do homem europeu e desestruturar imagens colonizantes. A mulher indígena no primeiro plano, no lugar de sujeito, enquanto o homem branco fica em segundo plano, como um outro, abatido, como uma inversão da ordem atual da sociedade em que o primeiro, ocupa os mais altos cargos de prestígio social e político e as representações nas artes também contribuem para estabelecer lugares sociais.

36 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo