• molafurg

A Educação Resiste > Lorena Luana dias da Silva

Atualizado: 14 de Out de 2020




O presente trabalho é um poema com versos livres, o qual, teve inicio no ano de 2017 e foi finalizado em 2019. O objetivo principal desse texto é refletir criticamente sobre a Educação e suas múltiplas formas de representações, ou seja, como a escola é/pode ser vista e quais papéis os/as estudantes possuem no processo de ensino/aprendizagem. A simbologia da árvore reflete nossos anseios como educadores e educandos tendo em vista, o florescimento do acesso ao ensino básico e ao ensino superior de forma gratuita e de qualidade e que esse acesso seja democrático levando em consideração as diversas realidades do Brasil. Logo, diante do momento politico e pandêmico que estamos vivenciando é essencial refletirmos sobre a educação como resistência, como a vida que pulsa, como a vida que grita por cuidado e atenção, a escola é “flor que nasce em rua” e ela permanece firme mesmo diante de cargas excessivas de seus educadores on-line, mesmo diante de um governo que deseja amordaçar a liberdade de expressão de educadores e educadoras, e é nesse momento de pandemia que percebemos que a verdadeira escola é feita por pessoas, ela não se constitui apenas por concreto, mas, sim, por vidas humanas de pessoas que sonham e desejam um país justo em que a Educação seja valorizada e o conhecimento seja democratizado.



A Educação Resiste


Escola é rua que transcende conhecimento

é flor que nasce em rua

é árvore se alimentando de sonhos

Estudar é sonhar que o amanhã possa ser justo

justiça para todo mundo

inclusive para quem estuda

Desde a alfabetização até o ensino superior

estudantes lutam

estudantes conquistam

Porque a mente se abre para o novo

a cada esboço

a cada pressuposto

Aprender vai além de transcrever

é trabalhar dignamente

é viver infinitamente

Educação, como uma ponte

para construir oportunidades

para resistir às adversidades

Nada se compara ao acesso à educação

que transmite força

que permite transformação

Aprender é florescer com palavras

na rua da vida ou em árvore ruída

45 visualizações0 comentário